Quinta, 18 de janeiro de 201818/1/2018
(61) 985100214
Muito nublado
18º
27º
27º
Federal District - BR
Erro ao processar!
Desenvolvimento Pessoal
Desenvolvimento Pessoal

A coluna Desenvolvimento Pessoal tem o principal objetivo de contribuir com a sociedade oferecendo dicas e informações que possam inspirar e contribuir positivamente com a motivação das pessoas que procuram desenvolver-se pessoal ou profissionalmente. A missão é que a coluna seja interativa e democrática, e que os leitores possam enviar suas dúvidas e questionamentos para que os artigos sejam elaborados de forma personalizada.

GERAL
Negociação Empresarial
Os 4 passos de dança
Rafael de O. Afonso Brasília - DF
Postada em 11/12/2017 ás 08h11
Negociação Empresarial

Nota-se que a preocupação e o investimento com desenvolvimento pessoal são assuntos bastante consideráveis nos tempos atuais. Não só por uma questão de ambição profissional, mas principalmente por impactar diretamente em nossa saúde e bem estar.


Que precisamos entender como planejar nosso futuro e prospectar metas e objetivos claros para alcançarmos nossos sonhos, muito possivelmente todos já sabem, mesmo que seja intimamente, mas o primeiro grande passo é aprendermos e conhecermos quem realmente somos. A princípio, parece ser um exercício simples, e que em questão de minutos podemos facilmente resolver, porém na verdade é uma dinâmica bastante complexa, além de exigir bastante de nossa maturidade, sinceridade e responsabilidade.


O procedimento de autoanálise é complexo pois nos tira da zona de conforto, levando em consideração também os recalques, em seu conceito psicanalítico, e seus sintomas.


Para entender melhor a complexidade dos exercícios de autoanálise, apresento a seguir uma simples dinâmica:


Em uma folha branca, liste pelo menos 10 qualidades, partindo da melhor característica até a de menor relevância, , conforme sua opinião.


Em seguida, liste 10 defeitos, partindo do pior para o menos ruim, conforme sua opinião.


Normalmente se investe mais tempo elaborando a lista de defeitos, devido às resistências e reflexões que fazemos durante o procedimento.


Com este simples exercício, é possível alcançar várias conclusões importantes a seu respeito, sejam boas ou ruins. Como me senti ao elaborar a lista de qualidade? Como me senti ao refletir sobre meus defeitos? Quais defeitos tive mais resistência em escrever? Quantas destas qualidades as pessoas costumam reconhecer em mim? Qual defeito meu mais me envergonha? São reflexões que podemos fazer após a elaboração das listas e aprender um pouco mais sobre quem somos.


E o que tem haver com os 4 passos da Negociação Empresarial?


O processo de negociação empresarial é como uma dança, portanto quem dançar melhor terá as melhores experiências.


Muitos professores, especialistas e artigos informam que muitas habilidades são extremamente importantes para alcançar objetivos e metas em uma reunião de negociação empresarial, tais como: maturidade, sensibilidade, gentileza, liderança e profissionalismo. Também acredito que realmente estas habilidades são muito importantes, porém saber os passos não vão garantir que se sairá bem na dança. Para isso é importante ensaiar, e esta analogia refere-se justamente à autoanálise. Neste caso podemos refletir a frase de Freud que diz: “O pensamento é o ensaio da Ação.”. Precisamos conhecer nossas emoções antes de aprender a controlá-las.


O primeiro passo – Para trás


Devemos entender primeiro quem é a outra pessoa (física e/ou jurídica), portanto nosso primeiro objetivo é ouvir bastante para conhecer as metas, as ideias, as expectativas e a ética do outro.


Neste momento é interessante demonstrar receptividade, empatia e gentileza para que o outro consiga se sentir confortável para ser sincero e verdadeiro. O passo para trás não deve ser interpretado como ser passivo ou reativo. Deve ser interpretado como atenção, precaução e prudência.


O segundo passo – Para o lado


O segundo passo, é também o segundo momento mais importante da reunião de negociação. É um passo decisivo e extremamente estratégico. Verificamos neste momento, a possibilidade de concordar em alguns aspectos apresentados, além de analisar e estudas as vantagens, benefícios, e possíveis riscos da proposta de negócio. No segundo passo mantemos a atenção nas reações e no comportamento do outro para evitar um “pisão no pé”. Muitas vezes o resultado da “dança”, ou a reputação do “dançarino” é determinado neste segundo passo.


O terceiro passo – Para frente


Como já se imagina, trata-se da sua vez de apresentar-se e mostrar sua proposta. Personalize a apresentação conforme as informações do outro, isso demonstra empatia, responsabilidade e respeito. Além disso, contribui para a aceitação da sua proposta. Demonstre segurança, satisfação em falar a respeito, e cortesia. Foque nas vantagens e benefícios de sua proposta, e se necessário, comprometa-se a resolver as contingências que forem identificadas. Uma informação bastante eficaz é a apresentação de um bom estudo financeiro. Cálculos e números, muitas vezes superam palavras.


O quarto e último passo – Para o outro lado


Trata-se das últimas considerações, alinhamento, e decisão final. É fundamental reconhecer e agradecer, no mínimo, a atenção e disponibilidade do outro, mesmo quando não houver acordo, isso demonstra profissionalismo, maturidade, e simpatia.


Com isso, pode-se concluir que para realizar todos estes quatro passos da negociação empresarial com excelência é importante preparar não somente as informações técnicas, financeiras e estratégicas da reunião, mas principalmente, nossas questões emocionais. A autoanálise é o melhor caminho para o nosso desenvolvimento pessoal e profissional, pois contribui com nosso empoderamento cognitivo, e consequentemente para nossa saúde, sucesso e bem estar.

FONTE: Rafael Afonso
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

Rafael de O. Afonso
Rafael de O. Afonso

Graduado em Administração de Empresas. Trabalha com consultoria Organizacional nas áreas de gestão de processos. É consultor de desenvolvimento pessoal e profissional. Atualmente pesquisa, estuda e desenvolve técnicas inovadoras e possíveis melhorias nos processos de consultoria pessoal.

Brasília - DF
afonso.adm360@gmail.com

Publicidade

Facebook

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Enquete
Se as eleições presidenciais do Brasil fossem hoje, em quem você votaria?

Lula
134 votos - 56.5%

Jair Bolsonaro
53 votos - 22.4%

Marina Silva
39 votos - 16.5%

Aécio Neves
11 votos - 4.6%

© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium