domingo, 22 de outubro de 201722/10/2017
(61) 985100214
Parcialmente nublado
22º
32º
32º
Federal District - BR
dólar R$ 3,19
euro R$ 3,75
INVISÍVEIS
CR7 teria camuflado até ‎€ 150 mi em paraísos fiscais, diz revista alemã
Técnico José Mourinho também é citado.
Fabrício Vieira Teresina - PI
Postada em 01/01/2017 ás 05h52 - atualizada em 01/01/2017 ás 21h51
CR7 teria camuflado até ‎€ 150 mi em paraísos fiscais, diz revista alemã

Cristiano Ronaldo. (Foto: Reprodução)

A estrela do Real MadridCristiano Ronaldo e o técnico do Manchester United, José Mourinho, teriam participado de um "sistema de camuflagem fiscal e lavagem de dinheiro", acusou nesta sexta-feira um consórcio de jornais esportivos europeus. O craque português teria camuflado até 150 milhões de euros em paraísos fiscais. Os representantes de ambos negam as acusações. O grupo de veículos espera publicar nas próximas semanas documentos obtidos pelo "Football Leaks".


O "Fottball Leaks" é um site que tem vazado vários contratos e documentos ligados aos grandes clubes e personagens do futebol. Recentemente, os contratos de James Rodríguez, com o Real Madrid, e de Neymar, com o Barcelona, foram revelados pelo grupo.


A partir de informações obtidas pelo jornal alemão "Der Spiegel", os diários afirmam que Cristiano Ronaldo teria "camuflado 150 milhões de euros em paraísos fiscais, na Suíça e nas Ilhas Virgens Britânicas", beneficiando-se de "um sistema elaborado por seu empresário, Jorge Mendes".


Ainda segundo o grupo, batizado de Colaborações Investigativas Europeias (EIC, na sigla em inglês), José Mourinho teria "dissimulado 12 milhões de euros da Receita, colocando o dinheiro em uma conta na Suíça de uma empresa com registro nas Ilhas Virgens Britânicas". Além da "Der Spiegel", o EIC conta com os seguintes veículos: CRIJ/The Black Sea (Romênia), El Mundo (Espanha), L'Espresso (Itália), Expresso (Portugal), Falter (Áustria), Le Soir (Bélgica), Mediapart (França), Newsweek Srbija (Sérvia), NRC Handelsblad (Holanda), Politiken (Dinamarca) e o Sunday Times (Inglaterra).


Em sua publicação, o "El Mundo", da Espanha, explica que as informações foram divulgadas na véspera do clássico por coincidência. Barcelona e Real Madrid se enfrentam pela 14ª rodada do Campeonato Espanhol neste sábado. Segundo o jornal, os 12 veículos haviam combinado a data de publicação do material antes que o jogo estivesse marcado.


De acordo com as reportagens, José Mourinho teria sido alvo de "uma inspeção fiscal na Espanha" e isso teria "se traduzido em um ajuste de 4,4 milhões de euros, com penalizações incluídas".


No total, estes primeiros documentos revelados pelo "Football Leaks" se referem a "um sistema" colocado em pé pelo empresário das duas estrelas, o também português José Mendes, que teria escondido "pelo menos 185 milhões de euros em receitas de patrocínio da vista das administrações fiscais, através de uma rede de empresas de fachada e de contas offshore na Irlanda, Ilhas Virgens Britânicas, Panamá e Suíça".


A empresa de Jorge Mendes, a Gestifute, respondeu nas primeiras horas desta sexta-feira, antes da publicação das acusações, afirmando que Cristiano Ronaldo e Mourinho respeitam "plenamente suas obrigações fiscais diante das autoridades espanholas e britânicas".

FONTE: Globo Esporte
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

Publicidade

Facebook

Publicidade

Publicidade

Mais lidas do mês

Publicidade

Enquete
Se as eleições presidenciais do Brasil fossem hoje, em quem você votaria?

Lula
86 votos - 47.0%

Jair Bolsonaro
49 votos - 26.8%

Marina Silva
39 votos - 21.3%

Aécio Neves
9 votos - 4.9%

© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium