domingo, 25 de junho de 201725/6/2017
(61) 985100214
Ensolarado
13º
18º
22º
Federal District - BR
dólar R$ 3,34
euro R$ 3,74
ECONOMIA
Piauí caminha rumo ao título de maior produtor de energia eólica da América Latina
Piauí já possui 29 parques instalados e em operação e tem mais 23 em construção.
Fabrício Vieira Teresina - PI
Postada em 01/01/2017 ás 18h50 - atualizada em 01/01/2017 ás 19h07
Piauí caminha rumo ao título de maior produtor de energia eólica da América Latina

Parque eólico. (Foto: Reprodução)

O Piauí está em segundo lugar como estado que possui mais fontes renováveis na sua matriz energética, entre os estados nordestinos. Os dados foram divulgados pelo boletim do Ministério de Minas e Energia, onde apresentam a evolução no setor do Estado e as indicações que as fontes ocupam 49,1% da oferta interna de energia em âmbito local.


O secretário de Mineração e Energias Renováveis, Luís Coelho, afirma que o Piauí está vivendo um bom momento no setor de energia renovável. “Os resultados são muito confortáveis para o Estado, pois mostra que estamos no caminho certo. O nosso corredor de vento tem projeção maior que os demais Estados, e estamos caminhando para que o Piauí seja o maior produtor de energia eólica da América Latina”, declara.


De acordo com os dados lançados no boletim, a perspectiva é que o Estado passe por um avanço ainda maior nos próximos anos, na fonte eólica, pois o Piauí já possui 29 parques instalados e em operação e tem mais 23 em construção, segundo o relatório da Centro de Estratégias em Recursos Naturais e Energia (CERNE).


Segundo o secretário Luís Coelho, a oscilação entre segundo e terceiro lugar do Piauí ocorre devido a estes parques energéticos em construção. “À medida que as construções são realizadas, é descontado energia no sistema nacional”, informa.


Os dados atualizados destacam que o potencial de produção chega atualmente a 808,4 Megawatts (MW) e chegará a 1445,8 MW assim que os empreendimentos forem concluídos no Estado. Os resultados são ainda mais positivos embasados na capacidade total de potência prevista nestes empreendimentos, na posição de segundo lugar do país, com 640,2 Megawhats (MW).

FONTE: Ascom
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium