Terça, 19 de Outubro de 2021
26°

Pancada de chuva

Brasília - DF

Geral Paraná

Programa de Voluntariado do IAT recolhe lixo do Parque Estadual Vale do Codó

O Programa de Voluntariado do IAT possibilita o ingresso de pessoas que colaboram para a manutenção do patrimônio natural do Paraná de maneira espo...

25/09/2021 às 12h05
Por: Da Redação Fonte: Secom Paraná
Compartilhe:
© IAT
© IAT

O Parque Estadual Vale do Codó, no município de Jaguariaíva, recebeu nesta sexta-feira (24) a primeira ação do Programa de Voluntariado (VOU) do Instituto Água e Terra (IAT). A atividade de limpeza no Setor do Lago Azul foi conduzida pelo Escritório Regional do IAT de Ponta Grossa, nos Campos Gerais.

Também participaram voluntários do curso de Condutores de Turismo de Aventura de Jaguariaíva. Eles retiraram aproximadamente 60 quilos de lixo da Unidade de Conservação, entre latas, garrafas, grelhas e fraldas.

Além disso, foi realizado o controle de espécies exóticas invasoras, através de corte e, em alguns casos, o anelamento de pinus. Ao todo, 600 foram erradicados do local.

"O programa de voluntariado nas unidades de conservação é um importante canal de aproximação do paranaense com a natureza. Quando a sociedade entende o papel dela na preservação do patrimônio natural do Estado, garantimos por muito mais tempo o espaço aberto ao público", afimou o diretor do Patrimônio Natural do IAT, Rafael Andreguetto. 

VOU– O Programa de Voluntariado do IAT possibilita o ingresso de pessoas que colaboram para a manutenção do patrimônio natural do Paraná de maneira espontânea. Os participantes realizam desde limpeza, com a retirada de resíduos, até a manutenção de trilhas, conforme a demanda.

De acordo com o chefe regional do IAT em Ponta Grossa, Ivan Loureiro, a ideia é manter a iniciativa no Vale do Codó. "A Gerência do Parque Estadual prevê a continuidade das ações de voluntariado porque elas preservam esse importante patrimônio e envolvem a população que desfruta desse atrativo natural", disse.

VALE DO CODÓ– O parque possui aproximadamente 760 hectares de área de preservação com grande importância geoturística. Com uma extensão de aproximadamente nove quilômetros e um paredão de pedras de mais ou menos 20 metros de altura, é berço do Rio Jaguariaíva, da Bacia Hidrográfica Itararé. 

O vale é margeado por uma mata virgem e espessa e viveiros de várias espécies de animais. O local abriga o cânion do Rio Lajeado Grande, com aproximadamente 450 metros de extensão e desnível de aproximadamente 50 metros. 

As principais cachoeiras são a Véu da Noiva, Lago Azul e Andorinhas. A primeira possui um desnível de aproximadamente 50 metros, a segunda de aproximadamente 20 metros e a terceira de 15 metros.

Uma grande diversidade de espécies de peixes compõe a fauna, como bagre, cará, carpa, cascudo, mandi e lambari, que são encontradas em quase toda a extensão do rio no Vale do Codó. Em alguns pontos, também podem ser encontrados cascudo e dourados.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Veja também
Ele1 - Criar site de notícias