Sexta, 21 de Janeiro de 2022
20°

Alguma nebulosidade

Brasília - DF

Geral Pará

Grupamento Aéreo oferta apoio no Círio de Abaetetuba

Muitas homenagens marcaram mais uma edição do Círio de Nossa Senhora da Conceição realizado neste domingo (28) no município de Abaetetuba, nordeste paraense. A tradicional procissão, que este ano ocorreu no formato de moto-carreata, contou...

28/11/2021 às 19h40
Por: Da Redação Fonte: Secom Pará
Compartilhe:

Muitas homenagens marcaram mais uma edição do Círio de Nossa Senhora da Conceição realizado neste domingo (28) no município de Abaetetuba, nordeste paraense. A tradicional procissão, que este ano ocorreu no formato de moto-carreata, contou com sobrevoo da imagem padroeira, tornado possível com o apoio de uma aeronave da Segurança Pública do Estado. 

Após a Santa Missa, às 7h, na Igreja de Cristo Redentor, o cortejo teve início com trajeto em direção à Catedral da cidade. Com o tema "Alegra-te cheia de graça, o Senhor é contigo (Lc 1,28)" a festa religiosa é uma das mais tradicionais do interior do Estado no final de ano.

Como ocorreu na capital, no Círio de Nazaré, o Grupamento Aéreo de Segurança Pública (Graesp), vinculado à Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Pará (Segup), realizou sobrevoo com a imagem da padroeira.  Após a chegada da procissão na Igreja Matriz, a condução da imagem pelos céus passou por comunidades, hospitais, escolas e pontos pré estabelecidos para homenagens na festa religiosa.

Moradora há 27 anos de Abaetetuba,  a professora Rosane Guimarães, acompanhou cada detalhe do itinerário coroado com o sobrevoo. "Foi algo inédito porque nunca tinha visto isso em nenhum Círio e realmente trouxe um diferencial porque aqui na nossa cidade a festa tem uma grande importância. De tudo que a gente já tinha visto, um helicóptero fazendo essa homenagem com certeza vai marcar bastante na nossa cidade", ressaltou a professora.

O voo, com duração de 30 minutos, foi a primeira participação do Grupamento em festa religiosa fora da capital, destaca o diretor do Graesp, coronel Armando Gonçalves. "Temos participado de eventos no Estado, nas operações policiais, mas as ações religiosas está é a primeira  fora da capital e visa atender o anseio da população e da Igreja", ressalta.

Texto: André Macedo (Ascom/Segup)

Por Aline Saavedra (SEGUP)
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias