Infração

Transporte escolar não autorizado passa a ser infração gravíssima

Agravada multa para motorista que fizer transporte não autorizado

04/10/2019 17h38
Por: Adenildo Souza
Fonte: Com informações do Detran/DF

 A partir de segunda-feira (7), condutores flagrados realizando transporte de escolares sem autorização ou transporte remunerado de pessoas ou bens sem licença do estado estarão cometendo infração gravíssima e serão autuados com base na nova redação dos artigos 230 e 231 do Código de Trânsito. Publicada no Diário Oficial da União do dia 9 de julho de 2019, a Lei nº 13.855 entra em vigor no dia 7 de outubro, 90 dias após a sua publicação.

 

Com a alteração, o transporte irregular de escolares muda de infração grave para gravíssima e ainda recebe o fator multiplicador cinco no valor da multa. Ou seja, a multa passa dos atuais R$ 195,23 – que é o valor da infração grave, para cinco vezes R$ 293,47 – que é o valor da infração gravíssima, totalizando R$ 1.467,35, além de o veículo ser removido ao depósito e o condutor receber sete pontos no registro da Carteira Nacional de Habilitação.

 

No caso do transporte remunerado de pessoas ou bens, quando não for licenciado para esse fim, a infração passa de média para gravíssima, saindo dos atuais R$ 130,16 para R$ 293,47 e o veículo, que antes era retido para regularização, passa a ser removido ao depósito e sete pontos são registrados no prontuário do condutor.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários