Sexta, 24 de Setembro de 2021
21°

Nevoa seca

Brasília - DF

Educação Goiás

Escolas estaduais do Entorno do DF adotam sistema de reconhecimento facial

Na área de tecnologia, Governo de Goiás fez altos investimentos também na aquisição de Chrome Books, laboratórios móveis e de informática, equipamentos de videoconferência e nos programas Conectar e Internet Patrocinada

26/07/2021 às 10h20
Por: Adenildo Souza Fonte: Secom Goiás
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Secom Goiás
Foto: Reprodução/Secom Goiás

A partir de agosto, todos os alunos e servidores das unidades escolares da rede pública estadual da região do Entorno do DF terão sua frequência registrada por meio de reconhecimento facial. A novidade foi apresentada pelo superintendente de Tecnologia da Seduc Goiás, Bruno Marques Correia, na tarde de sábado (24), durante o 2º Encontro de Formação de Coordenadores Regionais, Assessores Pedagógicos e Assessores Financeiros da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), na cidade de Goiás.

Segundo Bruno, o sistema já está sendo implantado também nas 40 Coordenações Regionais e na sede Centralizada da Seduc. “Para as demais instituições de ensino, essa tecnologia entrará em atividade a partir de janeiro de 2022”, revelou ele. 

No caso dos servidores, segundo o superintendente, o sistema substituirá a folha de ponto e o ponto eletrônico. Bruno também passou detalhes sobre a distribuição dos Chrome Books aos alunos do 3º ano do ensino médio. O equipamento será disponibilizado aos estudantes mediante regime de comodato e poderá ser utilizado pelos jovens tanto na escola quanto em casa, para realizar as atividades propostas pelos professores. 

Para atender todos os estudantes, o Governo de Goiás fez um investimento de R$ 144 milhões na aquisição de 69 mil unidades. Sobre os laboratórios móveis, Bruno informou que o processo está em fase de contratação e a previsão de entrega dos equipamentos está entre agosto e setembro de 2021. 

Reuniões e formações virtuais 

A meta do Governo de Goiás é de que nenhuma unidade escolar da rede fique sem laboratório de informática. “Já estamos em fase de aquisição de 10 mil equipamentos”, acrescentou ele. “Os investimentos que a atual gestão vem fazendo em tecnologia são inéditos e históricos”, destacou a secretária Fátima Gavioli. 

De acordo com ela, as novidades tecnológicas chegam à Secretaria de Educação para encurtar as distâncias e promover a interação com as Coordenações Regionais e as instituições de ensino de toda a rede. Com esses investimentos, ela já prevê uma série de reuniões administrativas, pedagógicas e encontros formativos.  

Bruno também comentou sobre os programas Conectar, que tem como objetivo prover o acesso à internet de alta velocidade para as unidades escolares, e Internet Patrocinada, que busca garantir o acesso gratuito de alunos e professores aos conteúdos do aplicativo NetEscola, sem comprometer a franquia de dados móveis. 

Outras novidades na área de tecnologia serão a aquisição de notebooks para os professores e os kits de videoconferência para todas as unidades escolares. “Em breve, também poderemos contar com os óculos de realidade virtual, inovação que será utilizada em alinhamento com o Centro de Estudos, Pesquisa e Formação dos Profissionais para capacitação de servidores e professores”, adiantou ele. 

Fim das escolas de placas

Rodolfo de Oliveira Afonso, superintendente de Infraestrutura da Seduc Goiás, fez um apanhado das ações desenvolvidas pelo departamento desde 2019. Conforme ele, partiu do governador Ronaldo Caiado a determinação de retomar todas as obras paralisadas de quadras esportivas e de colégios Padrão Século XXI no Estado. “Outra meta do Governo de Goiás é chegar ao final de 2022 sem nenhuma escola de placa na rede estadual de ensino”, frisou ele. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias