Sábado, 18 de novembro de 201718/11/2017
(61) 985100214
Nublado
18º
20º
25º
Federal District - BR
Erro ao processar!
Desenvolvimento Pessoal
Desenvolvimento Pessoal

A coluna Desenvolvimento Pessoal tem o principal objetivo de contribuir com a sociedade oferecendo dicas e informações que possam inspirar e contribuir positivamente com a motivação das pessoas que procuram desenvolver-se pessoal ou profissionalmente. A missão é que a coluna seja interativa e democrática, e que os leitores possam enviar suas dúvidas e questionamentos para que os artigos sejam elaborados de forma personalizada.

GERAL
Como ser um bom novato
Construindo uma boa impressão na empresa
Rafael de O. Afonso Brasília - DF
Postada em 03/07/2017 ás 12h18 - atualizada em 04/07/2017 ás 06h07
Como ser um bom novato

O objetivo de todo profissional que passa por um processo seletivo é a excelência. A apresentação profissional de um currículo bem elaborado, uma conversa agradável em uma entrevista de emprego, e a tão esperada ligação lhe convidando para entregar seus documentos. Mas o que vem depois? O processo seletivo terminou?


Normalmente as pessoas se preocupam, e procuram demonstrar que são verdadeiros profissionais brilhantes durante as primeiras etapas do processo seletivo, e se esquecem do periodo de experiência (normalmente representado pelos primeiros três meses de trabalho em uma empresa). Essa extratégia é falha, muitas vezes acontece inconsciêntemente. Mesmo após o periodo de experiência, a supervisão, o controle, a monitoria, e/ou a gestão continua nos avaliando diariamente. É verdade quando dizem que tudo que é feito na empresa é visto, e não importa o cargo, o departamento, ou o horário.


OBS. É importante ressaltar que as informações a seguir não se tratam de uma fórmula secreta. Não há um método exato de como passar do período de experiência, causando boas impressões e com uma avaliação repleta de elogios. São muitos os tipos de empresa. Cada uma com sua cultura organizacional, preferências estratégicas, e segmentação mercadológica. Portanto essa fórmula não deve ser interpretada como um padrão exato. Para elaborar este artigo, tive que determinar padrões com os erros mais comuns cometidos por profissionais recém contratados, e os principais cuidados para evitar a desqualificação, ou até mesmo a demissão de candicados no período de experiência.


Nota-se que algumas das principais preocupações de um profissional recém-contratado é mostrar suas qualidades e conhecimentos, demonstrar que é confiável e responsável, e que procura fazer seu trabalho da melhor forma possível . Isso realmente é muito importante, pois é  o que realmente o contratante espera deste colaborador. Porém deve-se tomar cuidado para não acabar se sabotando. A empolgação da contratação pode empedir que o profissional reflita melhor suas estratégias antes de agir, além de imcapacitar que o profissional avalie por completo todo o cenário.


Ser pró ativo no período de experiência, por exemplo, pode ser interpretado como uma critica ou como arrogância, simplesmente. Por exemplo: por mais que tenha muito a compartilhar com a empresa, seja por conhecimento acadêmico ou por experiências anteriores, o mais importante é que o colaborador aprenda a realizar suas principais atribuições de cargo com excelência. Lembre-se que o contratante tem expectativas quanto as contratações que realiza, portanto, preocupar-se primeiro em garantir a satisfaçao do contratante é a melhor estratégia. Só depois, com ética e profissionalismo, apresente novas ideias, sem críticas e demonstrando que é para o bem de todos, e pensando também sempre na satisfação do cliente. A busca pela autonomia no período de experiência é algo quase natural, porém seja responsável. Tire todas as suas dúvidas, estude nas horas vagas, e demonstre interesse.


Caso o interesse seja crescer e assumir novas responsabilidades evite brincadeiras em excesso. Bom humor e simpatia são sempre bem vindos em uma empresa, esse tipo de comportamento contribuiu para um ambiente mais leve e saudável. A questão é que as brincadeiras em excesso podem transparecer imaturidade, ou até mesmo irresponsabilidade. É importante ser uma pessoa agradável e que saiba respeitar o espaço e os limites de todos. Seja sociável e siga conforme a liberdade que os outros lhe concedem.


Algumas pessoas possuem um perfil mais introvertido e isso também pode ser mal interpretado. Procure cumprimentar as pessoas, olhá-las nos olhos. Isso pode evitar pré concepções negativas a seu respeito. Um comportamento mais introvertido pode causar receio das pessoas em se aproximar, e consequentemente, isso pode lhe custar um relacionamentoprofissional mais agradável com seus líderes, também com os outros colegas de trabalho, além de poder lhe custar oportunidades de ser promovido. O feedback é uma ótima ferramenta de gestão para profissionais que buscam o aprimoramento constante de suas competências profissionais e sociais. Muitas vezes o profissional mais introvestido e tímido recebe uma avaliação menos específica e pessoal, dificultando e atrasando seu desenvolvimento. Neste caso o lema será: Quem não é visto não será lembrado.


Evite atrasos, isso também pode ser determinante para a sua contratação ao final da experiência de três meses. Lembre-se que seu atraso gera um custo para a empresa que lhe contratou. Nestes momentos vale a pena ser pró-ativo. Ao perceber que irá se atrasar é importante que comunique seu supervisor/gerente imediato. Isso demonstra empatia, consideração e responsabilidade. Evite entregar atestados demasiadamente, isso também pode ser mal interpretado. Nos casos em que se faz necessário o comparecimento períódico e/ou constante em hospitais ou clínicas, comunique o quanto antes seus líderes imediatos para que possam se organizar.


Em resumo, pode-se concluir então que o período de experiência de três meses também faz parte do processo seletivo de uma organização. Nesta etapa será avaliado o comportamento profissional e social do candidato.  Observa-se também que o compromisso com a excelência deve ser constante, pois mesmo após o processo seletivo, a avaliação períódica continua. A busca pelo desenvolvimento e pelo aprendizado contante é o melhor caminho rumo à excelência, e, consequentemente, ao sucesso.

FONTE: Rafael de O. Afonso
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

Ricardo Folha Monte Alegre do Piauí - PI 11/07/2017

Gostei dessa matéria, uma matéria leve, mas objetiva e com boas dicas, sem muitos arrodeios, q deixa matéria extensa, levando o leito que tem uma vida corrida, a largar a leitura no meio do caminho. Parabéns Rafael, aguardando novos assuntos.

Rafael de O. Afonso
Rafael de O. Afonso

Graduado em Administração de Empresas. Trabalha com consultoria Organizacional nas áreas de gestão de processos. É consultor de desenvolvimento pessoal e profissional. Atualmente pesquisa, estuda e desenvolve técnicas inovadoras e possíveis melhorias nos processos de consultoria pessoal.

Brasília - DF
afonso.adm360@gmail.com

Publicidade

Facebook

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Enquete
Se as eleições presidenciais do Brasil fossem hoje, em quem você votaria?

Lula
106 votos - 51.7%

Jair Bolsonaro
51 votos - 24.9%

Marina Silva
39 votos - 19.0%

Aécio Neves
9 votos - 4.4%

© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium